Uma esperada e desejada Flor

“Ter filhotes em casa requer compromisso, atenção e muita paciência. Eles são a coisa mais linda e fofa, mas vêm acompanhados de muita energia, de choro por atenção, xixi e cocô sem coordenação e a mordida é de matar. Quer pular essa fase, adote a partir dos 6 ou 7 meses, ainda são bebês, mas começam a entrar na fase mocinhos. Ah! Se você acha que com 6 ou 7 meses ou mesmo 1 ou 2 anos eles não vão se acostumar com você ou lhe amar, está bem enganado.”

Quando vi esse texto em um post no perfil da Flor, sabia que teria que falar com sua humana, a Julianne Mariano. A maioria das pessoas quer ter um filhotinho, seja de cachorro ou gato, mas nem sempre leva em conta que como todo bebê eles dão um certo trabalho e é cansativo mesmo – temos que ensinar tudo para eles. Isso depois deles chegarem, porque mesmo antes da vinda de um novo membro da família é preciso ponderar e levar alguns fatores em consideração, assim como fez a Julianne. “Nossa Flor foi simplesmente muito desejada e esperada, foram meses de procura, certa angústia, queríamos muito, mas sempre pesava o financeiro, animais precisam de vacina, remédios, consultas, ração e precisamos estar preparados.”

A Julianne contou muito mais coisas interessantes a respeito de como é ter um #bichonovoemcasa e que para lidar com todo esse desafio é preciso informação e bom humor. E no caso da Flor de Panetone (sim, este é o nome completo dela), desde o começo ela já chegou de uma forma um pouco inusitada. “A encontramos no improvável, no aplicativo da OLX, um dos maiores sites de vendas de animais também possuem muitos casos de adoção, vale super a pena pesquisar, e nas nossas inúmeras buscas recebemos um email do site estimulando as adoções, achei simplesmente maravilhoso isso. Entramos em contato, conversamos um pouco, perfil aprovado, fomos buscar Panetone, nos seis meses de busca esse era o nome de nosso filhote, Panetone, porque nós amamos muito panetones, mas nos deparamos com uma fêmea de carinha doce e meiga de uma flor, assim nasceu o nome Flor de Panetone.

20180523_100859
A doce Flor de Panetone

Em relação à adaptação da Flor, ela diz que foi surpreendente e que ela já chegou dona da casa, mas diz também que foi um turbilhão de novas experiências, as quais ela não estava totalmente preparada. “Tenho outra cachorrinha que se chama Kate, a adotei quando ela tinha cerca de 7 meses, quando me casei e me mudei para um kitnet ela continuou morando com meus pais e irmãos, sentia a falta dela, mas hoje já em nova casa e podendo recebê-la vi o quanto ela sente falta do movimento e da companhia de meus pais, ela está melhor com eles e fico imensamente feliz por eles. Quando sentimos falta ela vem passar uns dias conosco, matamos a saudade, dou banho, faço as avaliações médicas (coisa de mãe) e ela volta super feliz para casa, Kate está com 11 anos.

E foi justamente para compartilhar todas essas novidades e experiências que a Julianne criou um perfil no Instagram para a Flor. “O @criandoumaflor surgiu exatamente com intuito de mostrar como é criar um filhote tão novinho, minha experiência com Kate aos 7 meses não me preparou muito para Flor, Kate não me deu um terço do trabalho que a pequena Flor me dá, e me fez refletir muito sobre a adoção de cães jovens, adultos e idosos. Filhotes são pelo menos 90% das buscas das pessoas, eu sei porque foi a minha, minha esposa queria um filhote, eu sabia que dava trabalho, mas vivenciar isso nos faz refletir que pessoas não preparadas e desorganizadas adotam filhotes por serem fofinhos, mas o trabalho, as mordidas, o cocô, o xixi, a bagunça, o barulho e a destruição faz com que cachorros sejam maltratados e abandonados. Além de mostrar as aventuras de se ter e criar um filhote, espero que o perfil possa servir também de informação para novos papais e mamães. E posso dizer que assim como filhos, não importa a idade que eles tenham, com amor eles vão sempre ser os seus filhotes.”

Quando pergunto para a Julianne se ela tinha passado por alguma situação inesperada ou curiosidade com a Flor, ela nos passou uma listinha de experiências engraçadas e aprendizados. Vejam abaixo:

1) Aprendemos que filhotes mais novinhos tem mais propensão a verme, eu sei porque tivemos a experiência a olho nu.
2) Aprendemos que só existe um remédio de carrapatos no mercado que atenda animais com menos de um 1kg e ele não é barato. Valeu Frontline!
3) Aprendemos na literatura da internet que chá de camomila serve como repelentes de carrapatos, mas que não é nada legal vê-los pela casa.Valeu de novo Frontline!
4) Ainda sobre a literatura da internet que ensina a ignorarmos nossos filhotes às 4:00 da manhã quando estão pedindo desesperadamente atenção, mas não prevê que temos vizinhos e o desequilíbrio de nossos filhotes ao bater a cabeça nos móveis em seu desespero absoluto de pular para tentar subir na cama e alcançar suas mamães.
5) Aprendemos na bula do remédio que devemos levar o dog após as refeições para o lugar das necessidades fisiológicas e ficar brincando com ele até eles fazerem xixi e cocô no tapetinho, o que eles não falam é do grande risco do tapetinho virar brinquedoteca e de que todos os brinquedos serem arrastados para lá. Estamos perdendo feio para Flor no quesito: xixi e cocô no lugar certo. Essa foi a melhor.
6) Também aprendemos que nem nos nossos melhores sonhos iríamos encontrar uma paciência transcendental e um AMOR PURO E AVASSALADOR.
7) Aprendemos que aos 2 meses, cachorros já podem mostrar sua personalidade forte, dizer não pra ela é ouvir latidos em retribuição.

“Com apenas 25 dias conosco, Flor de Panetone já nos ensinou tanto, no meio do estresse diário ela é a calmaria, estamos abertos para o mundo de novas descobertas e desafios, quero saber como vai ser o encontro de Kate e Flor, primeiro passeio, castração, viagens e tudo o mais. Com paciência, bom humor e amor vamos vencendo, aprendendo e conquistando.”

20180522_210124
Flor – pequena no tamanho, mas gigante de amor

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s